Início / Respostas Sociais / Estrutura Residencial para Idosos

Estrutura Residencial para Idosos


Em Junho de 1997, ao Abrigo do Programa Idosos em Lar – PILAR, foram criadas estruturas para internamento de 18 Clientes, em 9 quartos partilhados, sendo 2 camas para Alojamento Temporário e foi, igualmente, alargado o Serviço de Apoio Domiciliário, em mais 15 idosos, perfazendo um total de 25 Clientes.

A Estrutura Residencial constitui-se como uma Resposta Social, desenvolvida em equipamento, destinada a alojamento coletivo, num contexto de “residência assistida”, para pessoas com idade correspondente a idade estabelecida para a reforma, ou outras em situação de maior risco de perda de independência e/ou de autonomia que, por opção própria, ou por inexistência de retaguarda social, sem dependências causadas por estado agravado de saúde do qual decorra a necessidade de cuidados médicos e paramédicos continuados ou intensivos, pretendem integração em estrutura residencial, podendo aceder a serviços de apoio biopsicossocial, orientados para a promoção da qualidade de vida e para a condução de um envelhecimento sadio, autónomo, ativo e plenamente integrado.

A A.P.S.P.S.E. assegura a prestação dos seguintes serviços:

  • Alojamento;
  • Alimentação;
  • Cuidados de Higiene e Conforto pessoal;
  • Cuidados médicos e de enfermagem;
  • Tratamento de Roupas;
  • Apoio Psicossocial, nomeadamente:
    • Intervenção individual ao cliente;
    • Intervenção em grupo;
    • Intervenção familiar.
  • Acompanhamento ao exterior e Aquisição de géneros alimentares, não incluídos na alimentação; medicação; fraldas e outros artigos, à responsabilidade do cliente e/ou familiar.

A A.P.S.P.S.E. pode, ainda, realizar as seguintes atividades:

  • Atividades ocupacionais e de desenvolvimento pessoal, nomeadamente:
    • Atividades física e/ou motora;
    • Atividades cognitiva e/ou mental;
    • Atividades através da expressão e da comunicação oral;
    • Atividades lúdicas, recreativas, sociais e culturais;
    • Atividades espirituais e religiosas, de acordo com os valores pessoais;
    • Atividades do quotidiano.
    • Acompanhamento e transporte a consultas assim como aos exames complementares de diagnóstico;
    • Cedência de ajudas técnicas;
    • Outras solicitadas pelo Cliente.

Atualmente, tem capacidade para 29 clientes comparticipados, dos quais 4 lugares são reservados à Segurança Social.

No ano de 2004, o Lar remodelou as instalações, aumentando assim, a sua capacidade, passando a ter 27 Clientes no internamento, em 4 quartos duplo e 1 individual. Em 2006, foi acrescentado um quarto duplo, obtendo um número de 29 Clientes.